quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Os dons da vida

A vida não é acaso, teve o seu grande Arquiteto, que nos criou como irmãos, com carinho e muito afeto. Nos criou à sua imagem e semelhança e naquele momento dizia: "Vão ter tudo que quiserem para passar seus dias."Olhando um mundo tão belo, falar que não puderam, passaram o dia pensando: quanta coisa nos deram! Um chão coberto de flores, árvores e passarinhos, o vento cortando a mata e rio contando baixinho. Um sol bonito ajudando as plantas verdes crescerem, e terra boa, tão fértil, para todos sobreviverem; uma lua fina e bonita, que à noite nós vamos ver, estrelas no firmamento mostram a grandeza do ser.

Porém a mais importante, a coisa bela e sagrada, que o Deus da vida nos deu não nos pedindo nada, não importando a cor, raça ou mesmo a idade, o dom mais precioso da vida: a sonhada liberdade.

Liberdade que não é somente o ir e o vir, é também falar, comer, beber e vestir, poder levar a família um dia para passear, ter o direito sagrado de sorrir e trabalhar.

Abraços
Cris

2 comentários:

Omar disse...

Olá Cris,
Seria interessante publicar o texto com o nome do autor, pois é um poema.
Couto

idéias da Cris disse...

Omar, recebi esta mensagem de uma amiga que sempre me envia mensagens via correio, e não tinha o nome do autor, sempre que tenho publico, mas assim que descobrir coloco, desde já obrigada
Cristina